Página inicial > Leitura

Stonehenge - Assista ao vivo!

Um mapa astrológico, um calendário e até mesmo um centro de cura. Muitas são as teorias de para que Stonehenge de fato é. Mas o que se sabe de fato é que a construção é bem antiga e estava lá antes mesmo dos celtas existirem por ali, suas pedras provem das montanhas Preseli, a 217 quilometros de distância e seus blocos de arenito, das planícies de Marlborough - a 40 quilometros de distância. Nada além disso pode ser afirmado.

 

Localizado em Salisbury, na Inglaterra, Stoneheng -cujo nome vem das palavras do inglês arcaico stone = pedra e henge = eixo- intriga aqueles que se aventuram a desdobrar seus mistérios e encantam aqueles que admiram sua grandiosidade. Inspirou bonitas histórias na época medieval, quando relacionavam sua funcionalidade e construção a atuações mágicas. Perfeitamente compreensível, pois só mesmo dessa forma para caber em nossa compreensão como pedras de 50 toneladas foram arrumadas de maneira tão exata. Até mesmo cientistas modernos tentaram justificar sua existência, como sir Fred Hoyle, que declarou em seu livro, “De Stonehenge à Cosmologia Moderna”, que o monumento foi erguido como uma espécie de computador capaz de prever eclipses e outros fenômenos celestiais. Outros especialistas, porém, enxergam as ruínas como vestígios de um grande templo religioso. E é bem provável que as duas teorias sejam complementares.

 

Isso porque a construção foi feita em três fases distintas com aproximadamente 2 mil anos separando uma. Pode ser, portanto, que os que iniciaram o monumento tivessem em mente um projeto, que acabou modificado pelas gerações seguintes. Sem encontrar interpretações astronômicas para as construções posteriores, Hoyle levanta a hipótese de que houve um declínio intelectual entre as primeiras e as últimas civilizações de construtores, talvez pela invasão das ilhas britânicas por outros povos. A falta de registros escritos e o longo tempo que Stonehenge ficou esquecido tornam mais difícil decifrá-lo.

 

Todos os anos no solstício de verão atrai milhares de pessoas para uma cerimônia. Assim como muitas celebrações, o evento deste ano teve que ser cancelado, mas será transmitido online para o mundo inteiro. Desde março deste ano, Stonehenge se encontra fechado para visitação. Entretanto, a equipe responsável pelo local decidiu transmitir o momento em que o sol nasce atrás da Pedra do Calcanhar, antiga entrada do Círculo de Pedra que forma o monumento.

A celebração está marcada para ocorrer entre o crepúsculo do dia 20 de junho e a aurora do dia seguinte. Além da transmissão ao vivo, serão disponibilizadas imagens em alta resolução e filmagens de drones, que poderão ser acessadas passado o evento.

As transmissões estão marcadas para o sábado, dia 20 de junho, por volta das 17h30 (horário de Brasília) e a  1h da manhã (horário do Brasil, já  no dia 21 de junho). Os vídeos deverão iniciar meia hora antes, permitindo que todos cheguem a tempo para assistir à cerimônia, que contará com historiadores e especialistas na área falando ao vivo sobre o simbolismo e mistérios que ainda rondam Stonehenge.

 

Link oficial do evento: https://www.facebook.com/events/581183132524229/